domingo, 25 de abril de 2010

O encontro de Aleister Crowley e Fernando Pessoa

Em 1930 e.v. os primeiros dois volumes das Confissões de Aleister Crowley são publicados pela Mandrake Press. Então, ao ler a Autohagiografia de Crowley, o famoso poeta Fernando Pessoa, que foi um exímio astrólogo, detectou um erro em seu mapa astral e escreveu uma carta para este onde corrigia a sua hora de nascimento para as 23:16 hs. Em setembro do mesmo ano, Crowley e sua nova mulher Escarlate Hanni Larissa Jaeger viajaram para Portugal, mas o navio “Alcântara”no qual embarcaram ficou preso em Vigo por 24 horas, devido a um nevoeiro.
Finalmente, o casal chega à Lisboa em 2 de setembro de 1930 e.v., e o Mago ao ver Fernando Pessoa disse: "Então que idéia foi essa de me mandar um nevoeiro lá para cima?" Pois concluiu que o fato ocorrido fosse um tipo de vingança de Pessoa, que na realidade não desejava ver o Mago pessoalmente visto que este escrevera num verso que o de Lisboa "não era de companhia", além do que Crowley tinha uma notoriedade negativa.
No dia 20 de setembro Hanni deixa-o sem aparente razão. Para aborrecê-la e também para chamar a atenção sobre si, no dia 23 de setembro do mesmo ano, às 18:36 hs, intencionalmente no "Equinócio de Outono", Crowley desapareceu na "Boca do Inferno", à beira de um abismo.
No local foi encontrado uma cigarreira e uma mensagem cifrada, além de marcas de luta. A polícia concluiu que ele havia sido assassinado, atirado precipício abaixo. Chegou-se a dizer que o assassinato seria obra de um agente da Igreja Romana, instituição que desaprovaria as atitudes da Besta.
Tudo não passou de uma armação entre Crowley e Pessoa, que foi chamado a depor, porém não confessou a farsa que armaram. Privadamente, Pessoa confessou que ainda estava em correspondência com o Mago, mas publicamente manteve a farsa.
Fernando Pessoa também era versado nas ciências ocultas, embora esta sua faceta fosse raramente conhecida. Traduziu esplendorosamente o Hino a Pã do Mago inglês.
Algum tempo depois Crowley apareceu na China dizendo que havia chegado por lá através de uma passagem subterrânea chamada "Boca do Inferno"...!
Trecho de Biografia de Aleister Crowley - por Soror Agarath  
Aleister Crowley e Fernando Pessoa em Lisboa

Um comentário:

  1. Muito interessante Rodrigo! O seu blog tá super legal! Parabéns!

    ResponderExcluir